Sobre o editor


Adalberto Flaviano Piotto
é jornalista pela Universidade Metodista de Piracicaba com especialização em economia pela FIPE-USP.

É diretor e produtor do filme-documentário Orgulho de Ser Brasileiro (2013), de sua autoria, que disseca o estilo de ser do brasileiro com todas as suas nuances e oscilações de sentimento enquanto cidadão.

De 1999 a 2011, foi âncora da Rádio CBN em São Paulo onde começou como repórter. É palestrante nas áreas de economia, realidade social brasileira e jornalismo.

Neste momento, dedica-se à divulgação e distribuição de seu filme no Brasil e no exterior e a criação de roteiros de ficção e documentários para novos projetos em cinema, televisão e rádio.

 

 

38 thoughts on “Sobre o editor

  1. Adalberto fico feliz em saber deste seu novo projeto, o acompanhava diariamente pela CBN, e agora o farei pelo seu blog. Este seu divisor de aguas dos 40 anos, senti com muita intensidade ao chegar nos 50 anos, felicidades neste seus novos projetos

  2. Como bem disse o sábio que não está mais entre nós….. livre pensar é só pensar. Que bom esse espaço aqui para que sejamos livres!!!!
    Parabéns Piotto.
    Abraço fraterno.

  3. Parabéns! Sou fã de seu trabalho, este novo projeto esta com a sua marca: sutil, sem deixar de ser impactante! Sucesso.

  4. Piotto, Moro em Maceió-AL, e a CBN aqui so presta a programçao nacional, pois a rádio é do Renan, entao a programacao local é pura politicagem. Infelizmente, o melhor programa era o que voce apresentava, eu simplesmente nao perdia um, nenhum dia, principalmente na hora do quatro em campo. A noite tambem, sua curta passagem no quatro em campo foi muito boa. As discursoes do CBN total nao sao mais as mesmas de quando voce apresentava. Que bom que voce agora tem um blog onde a gente possa lhe ouvir, gostava muito do seu trabalho na CBN, espero que um dia volte a trabalhar em Rádio ou TV. Grande abraço e boa sorte nos novos projetos!

  5. Filipe, que gentil me escrever. Entendo seu ponto de vista e suas críticas à CBN. E feliz por ter feito algo diferenciado quando estive lá.
    Seja sempre bem-vindo ao meu blog Homo Sapiens. E quanto tiver novidades em outra área, conto aqui.
    Abraços
    Piotto

  6. Caro Piotto, foram boas as tarde que ouvia suas entrevistas e conversas descontraídas na CBN, muitas vezes ri sozinho no carro com um transito infernal na marginal, com seus comentários sutis em entrevistas com Políticos ou cutucando o mineirinho do quatro em campo……foi bom enquanto durou e espero que você se realize em suas novas empreitadas.

    Parabéns.

  7. Olá Piotto, primeiramente Feliz Ano Novo, pois quando completamos mais um aniversario entramos em mais um novo novo em nossas vidas….SAÚDE, PAZ HARMONIA E AMOR os 4 elementares básicos que precisamos…VIDA LONGA E PRÓSPERA, era sou ouvinte assíduo e continuarei a segui-lo em sua nova empreitada SUCESSO !!!!!!!!!!!

  8. Eita, que coisa boa sua mensagem. E, permita-me, diante do seu felicitar, feliz ano novo também! Um grande abraço, Piotto

  9. E quem sabe os novos projetos, além deste blog, não prosperam ainda mais rápido. Estão sendo gestados. Mas este blog, a conta no twitter são meios nossos de comunicação. Muito grato pelo carinho. Obrigado!

  10. Fabio, que gentil. Gentil por demais sua mensagem.E muito lisonjeado pela sua observação de perceber as sutilezas dos comentários ante tantas respostas prontas e pouco produtivas. Fique mesmo lisonjeado. Abraços

  11. Como na entrada do 4 em campo…AAAAAAAAAAAAdaaaaaaalllllllberto Piotto…
    A CBN não é mais a mesma, a tua saída e do professor Herodoto nos deixaram órfãos…respeito os que ficaram lá, mas não possuem um décimo do carisma de vocês…espero ouvi-los de volta logo logo

  12. Flavio, me é por demais grato ler sua mensagem inclusive com a menção ao AAAAAAAAAdalberto Piotto, que meu querido Éboli fazia na sua saudação dentro do Quatro em Campo que quando o criei só queria que se diferenciasse dos demais comentários e programas de esporte e que não excluísse, via bom humor de qualidade e diversificação do formato, sem exageros em futebolês, os que não entendiam muito de futebol. E não é que deu certo. Seu comentário, embora me pareça um conhecedor do maravilhoso esporte “das quatro linhas” (uma metáfora clássica), me dá a certeza disso. E os projetos estão vindo. O documentário para discutir o Orgulho de Ser Brasileiro já em fase de pré-produção.
    Abraços, Piotto

  13. Infelizmente você e o Heródoto fora da CBN não tem sentido. Após muitos anos não escuto mais esta emissora. Vocês eram o diferencial. Os que estão lá são bons mas não é mais a mesma emissora.

  14. Caro Piotto, no final de 2011 comecei a sentir que suas “férias” estavam ficando muito longas… Depois percebi que alguma coisa “mais grave” havia acontecido.
    Sigo a CBN já há algum tempo e, em algum momento, passei a sentir um maior interesse ao assistir as entrevistas da tarde. De repente, percebi, que a condução das entrevistas contribuia sobremaneira para a qualidade do resultado que eu ouvia.
    Sua forma de conduzir as questões (de toda ordem) sempre trouxe para mim, e creio que para um conjunto enorme de brasileiros, uma esperança muito importante de que sempre existe uma maneira positiva de se analisar as questões, que existe esperança nas situações aparentemente insolúveis de nosso dia-a-dia. Muito mais que um âncora, você sempre se colocou (representando cada ouvinte brasileiro) diretamente nas questões, não se furtando de externar eventualmente sua posição pessoal, sempre muito coerente e positiva.
    O quatro-em-campo foi também uma alegria à parte, onde você criou, talvez, uma forma nova de estar “dentro” das 4 linhas e, ao mesmo tempo, ser um lider do seu grupo de 4. Fantástico.
    Gostaria que soubesse, que certamente como eu, outros brasileiros sentiram o seu período na CBN como uma importante contribuição à cidadania brasileira. Sua participação, muito longe de ser corriqueira, trazia sempre uma forma nova de discutir com seriedade, inteligência e leveza, nosso dia-a-dia brasileiro.
    Penso que o “Orgulho de ser Brasileiro” combina com o que você nos fez perceber “por trás” das entrevistas e debates que conduzia.
    Felicidades, sucesso e conte com nosso apoio.
    Antonio

  15. Caro Antonio
    Eu preciso começar esta mensagem de resposta com a palavra, o sentimento de “lisonjeado” ante tudo o que me escreve. Confesso que uso a expressão porque, modestamente, creio ser esta a que melhor define quando você fica por demais gratificado (esta palavra também é muito boa) ao receber de forma voluntária por parte de alguém algo como o que me escreve linhas acima.
    Sua percepção em detalhes do trabalho que sempre procurei intensamente realizar é de deixar este seu interlocutor…isso mesmo, lisonjeado.
    Estou por demais feliz. Muito!
    E, permita-me, vejo que cita o Orgulho de Ser Brasileiro, esse documentário que idealizei para que nos permitíssemos discutir nossa sociedade, esse sentimento externado e encolhido, grande e pequeno, orgulhoso e envergonhado. Começo a filmá-lo em breve. E pretendo muito que seja um começo de discussão real de quem pretendemos ser no mundo na base de nós por nós mesmos, sem os preconceitos e, agora, os deslumbres do mundo estrangeiro sobre nós. Minha geração, vivamente livre da ditadura, do cerceamento das liberdades e da inflação atormentadora precisa dar sua parte que é escolher o formato de sociedade deste país. É agora que o Brasil precisa se discutir e dar forma à sociedade que somos.
    Quanto à CBN, confesso-lhe, já não dava mais. Tenho orgulho do que fiz, saudades dos meus ouvintes e de meus colunistas, mas já não dava mais. Para me preservar e continuar o meu trabalho com a qualidade e vanguarda que julgo serem certas, decidi, por decisão unicamente minha, sair.
    Resolvi colocar o pouco que suponho ter de propostas intelectuais em outras pairagens (intelectuais no sentido de pensadas além do status quo, do rame-rame. Nada do pseudo-elitismo que a expressão equivocadamente pode gerar). Modestamente, faço isso no meu ainda mais modesto blog http://www.homosapiens.net.br (a série meus 40 anos é exemplo inovador disso) e de forma mais contundente no documentário que produzo e no qual não faltará ousadia de discussão incisiva (no blog, há mais informações sobre ele, como deve já ter visto).
    Querido, um grande abraço e tenha por certo fiquei muito lisonjeado com sua mensagem.
    Abraços e boa sexta, bom fim de semana.
    Piotto

  16. Antonio José , foi perfeito em seus comentarios, parabéns. Adalberto grande parmerista que eu apesar de ser coringuento , o parmeira foi garfado ontem , mas não vem ao caso, precisa e deve voltar a midia

  17. Caro Piotto,

    Doeu demais a sua saída da CBN. Mais do que a professor Heródoto (saudades de 1970 e alguma coisa). Com quem discutirei todas as tardes ? Para quem eu estacionarei o carro, atrasarei nos meus compromissos, como fazia com você ? Difícil achar vida inteligente na rádio. Você era um dos poucos. Está dolorido demais…

  18. Querido Piotto. Não possuo uma cultura equivalente à tua, mas te admiro tanto quanto ou mais dos que a possuem. Conheci teu trabalho pela CBN, meio mais comum para pessoas de vida e educação simples como eu. Trabalho em casa e a única maneira de continuar conectada ao mundo exterior é o rádio, pois o tempo é curto prá usar outros meios. Pensando em nós, quando tiver oportunidade, volte ao rádio e nos informe em qual para que possamos continuar a obter um pouco mais de cultura de forma leve e agradável. Era como se fizéssemos parte dos comentários ao rirmos, concordarmos ou discordarmos deles. Sempre que tenho um tempinho dou uma passadinha aqui no seu blog, que já está em Favoritos. Boa sorte e um grande abraço meu e do Lu, meu esposo, que também está sentindo sua falta.

  19. Sandra, querida…estou sem palavras para respondê-la diante dos seus elogios e da íntegra de sua mensagem. Por inteiro, fiquei por demais feliz. Mas, permita-me me ater a um ponto: ao elogio exagerado que faz de minha cultura. Saiba que de nada valeria todo o conhecimento que tenho, se muito ou pouco, se não conseguisse dividi-lo com outros. Sua carta me dá a sensação de que estou pelo caminho certo. Mas é só o começo. Se aprendi algo, outros diviram-no comigo. E noto claramente que, sua modéstia lhe faz maior que muitos. E, sim, quando voltar a um veículo, quem sabe uma emissora de rádio, lhe conto. Provavelmente, siso só acontecerá depois do meu documentário Orgulho de Ser Brasileiro que está em fase de filmagem de depoimentos. Aliás, a partir da semana que vem este blog será quase que um diário dele. Convido-lhe a acompanhà-lo. E, por favor, mande um abração ao seu esposo, o Lu. Agradeço a ambos pela gentileza dessa mensagem. Fiquei muito tocado.
    Abraços em ti e bom final de semana.
    Piotto

  20. Adalberto Pioto… Que falta você faz nas grade da CBN… Um programa perfeito, com entrevistas perfeitas e ótimos comentários, dignos de uma pessoa culta e perspicaz… Boa sorte nesta nova empreitada e que você retorne logo ao rádio. Abraços.

  21. Regina, que gentil!!! Gratísismo pela mensagem e saber que faço falta me lisonjeia. E o documentário promete, acredite. Estou focado neste trabalho que tem todas as liberdades que uma discussão aberta precisa. Eu ganranto essa liberdade. Abraços, Piotto

  22. Prezado Piotto,
    de repente . . . vamos tentar de novo achar onde está o Piotto. E achei ! Maravilha poder “ouvir” o admirável companheiro das tardes quando possivel.
    Faço minhas, prá economizar, as palavras escritas por Antonio J.S. em 17 de maio. E você num precisa se sentir lisonjeado. Você é e merece todos os comentários ( viu que evitei o termo “elogios” ? ), sua competência em dirigir um assunto é absolutamente admirável. E eram todos pertinentes, podendo englobar talvez na palavra “cidadania”, dita antigamente mas perdida a cada vez mais, dentro deste movimento da nossa sociedade em que os valores estão no consumo, na aparencia, na ganância. Suas palavras eram uma luz nesse caminho para o nada.
    É um prazer reencontrá-lo.
    Desejo-lhe continuada sorte.

  23. Sergio, obrigado. E me desculpe a ausência. Estive atarefado por demais com meu documentário. Prometo retomar o blog com, primeiramente, textos semanais e depois mais. Abraços e grato uma vez mais. Piotto

  24. Sergio, já respondi no outro e me desculpe pela ausência. Estive no meio das turbulências de fazer um filme neste país. Voltando aqui aos poucos.

  25. Adalberto, é uma honra pra mim ter a oportunidade de enviar essa mensagem. Acompanhei seu trabalho na CBN e você juntamente com os outros 03 em campo me acompanhavam no transito de São Paulo onde trabalho com vendas. Tenho muito respeito pelos profissionais que continuam na rádio, mas sua saída foi um baque. Sempre que puder acompanharei seu trabalho.
    Toda sorte do mundo e que siga com sua postura e disposição porque pessoas como você sempre têm colocações ponderadas sobre os diversos assuntos que compõe nossas vidas.
    Parabéns mais uma vez.

    Benedito

  26. Piotto, fiquei muito triste hoje. Me mudei para Foz do Iguaçu não faz nem dois anos ainda. Morava em SP, como não tem trânsito aqui não ouvia nada no rádio. Então, parei de ouvir CBN. Aí “descobri” a câmera do estúdio e resolvi dar uma passadinha no site. Comentei com amigos que eu estava vendo as pessoas que antes só ouvia, quando descobri que você saiu e não foi para lugar nenhum. Puxa que triste, não faz isso com a gente não. Vá para algum lugar por favor. Lendo os comentários vejo que você não era o Número 1 só pra mim não. Abraço.

  27. Olá Piotto… também sou dos seus ouvintes do Rádio que está com saudades de te ouvir no ar! E parabéns pelo seu novo projeto, é muito bom. Vi sua palestra na Faculdade IMES, que agora é USCS, em S.Caetano do Sul, onde você deu uma idéia da sua carreira profissional e que estudou economia para poder noticiar e debater idéias sobre a área no seu trabalho em jornalismo. Adorei a palestra, você foi realista, tranquilo, simples, sem afetação. Eu trabalho numa Rádio AM em S.Bernardo do Campo (1490 AM e http://www.miliciadaimaculada.org.br) – Programa Ponto de Encontro – e quando tiver um tempinho e quiser falar sobre o projeto Orgulho de ser brasileiro numa entrevista gravada por telefone, seria uma honra te entrevistar! Um grande abraço! Adriana Dias.

  28. Adalberto
    Desde sua saída da CBN, fiquei órfão de uma programação para o período em que você, com muita competência e inteligência era âncora. Sempre me identifiquei com seus brilhantes comentários, entrevistas, quatro em campo, etc., além de sua posição política isenta, do tipo Maria com vai com as outras.
    Tenho certeza que, além de mim, muitos fãs ficariam exultantes se você voltasse a comandar um programa de rádio nos moldes do da CBN. Além do mais, também sou alviverde. Volta Adalberto.

  29. Ilmo. Piotto,

    Alegro-me de encontrá-lo agora.
    As tardes jornalisticas estavam sem sua pitada de inteligência.
    Sucesso sempre e vamos acompanhá-lo aqui.

    Abraços,

    Wilber Henrique – Belo Horizonte/MG

  30. O que dizer, depois de tantos comentários de seus fãs, que, como eu, se sentem “órfãos” após sua saída da CBN? Acredite, as tardes não são mais as mesmas e frequentemente desligo o rádio ou vou ouvir alguma estação de música. Desejo-lhe muito sucesso nas novas empreitadas. Tão logo o documentário fique pronto, estarei na primeira fila, na certeza de sua habitual competência já irá garantir a qualidade do trabalho (espero que chegue a BH). Mas, creia, amigo: você faz muita falta ao rádio e às nossas tardes!
    Abração!

Deixe uma resposta